quinta-feira, 27 de outubro de 2011

[Devaneios] Nossos Pontos Cordiais - Marla de Queiroz



Nossos Pontos Cordiais

Abro as pernas e as palavras se contraem: tua língua se apropria do meu texto, tua fala sempre tão bem dita. Fecho os olhos: teu poema me penetra, nossas palavras gemem, a poesia grita. Mas eu guardo em segredo minhas frases mais aflitas. (Pelo menos dessa vez não vou deixar que o meu medo te pareça abandono. Pelo menos dessa vez não vou supervalorizar nossa história que é apenas tão bonita). Vou deixar que se enfie em mim com dedos, membro, língua e malícia. E o teu corpo, meu tutor, se apropriar do meu sem dono, num abraço pélvico escorregadio, num enroscamento longo qual novelo de delícias.
Nem importa mais se a nossa música já não toca, que nos toque em silêncio essa carícia.

Marcela Oliveira Web Developer

Um comentário:

Marília Felix disse...

Oi menina do laço!

Gostei da sua visita em meu blogger!

Saiba que a vida, não vem com laço, porém, não deixa de ser uma presente!

Um beijo. Me aguarde aqui!

=)